Prefeitura Municipal de Campina Grande do Sul



Prêmio principal do Ler e Pensar 2017 é de Campina Grande do Sul



05/12/2017



Na última quinta-feira (30), foram revelados os vencedores do Projeto Ler e Pensar 2017. Professoras da rede municipal de ensino de Campina Grande do Sul receberam prêmios em duas categorias, além de duas menções honrosas.

 

A professora Expedita Estevan, da Escola Augusto Staben, foi a vencedora do Grand Prix, prêmio principal. Ela também foi premiada na categoria Ensino Fundamental 1 (até 5 anos), que inclui as melhores experiências pedagógicas. Expedita, premiada pelo terceiro ano seguido, recebeu troféus, um notebook, uma lousa digital e um projetor para a escola.

 

Além de Expedita, Izaurinha Aparecida da Silva, da Escola José Eurípedes Gonçalves, e Ilze Cristina de Brito Corrêa, da Escola Ulisses Guimarães, foram escolhidas como destaques e receberam menções honrosas.

 

O prefeito, Bihl Zanetti, disse que os resultados mostram o comprometimento das professoras com o ensino de qualidade. “Nossas profissionais estão de parabéns. Esses prêmios comprovam a dedicação, o amor e a criatividade com que trabalham e quem tem mais a ganhar com isso são as crianças”.

 

“É motivo de orgulho ver o município mais uma vez premiado pelo projeto. Isso mostra o comprometimento da Educação de Campina Grande do Sul. E o mais importante é saber que a aprendizagem dos alunos é beneficiada por tudo isso”, ressaltou a coordenadora de projetos da Secretaria Municipal de Educação, Lismari Giacomitti, que acompanhou a cerimônia de premiação do Ler e Pensar 2017 ao lado da equipe pedagógica da secretaria.

 

A solenidade também teve a participação de Ana Amélia Filizola, diretora das unidades de jornais do GRPCOM, que agradeceu a criatividade em tempo de crise e citou que foi edital mais difícil dos 18 anos de projeto. Leonardo Mendes Júnior, diretor de jornalismo da Gazeta do Povo, também estava presente. Ele falou da importância do jornalismo junto à sociedade e deu alguns exemplos sobre o uso do jornal em sala de aula, como a professora Izaurinha, que trabalhou com os alunos uma reportagem sobre autismo e transformou a forma de agir e pensar entre os colegas.

 

O Ler e Pensar é um projeto de incentivo à leitura dirigido a professores e alunos do ensino fundamental e médio de escolas públicas e particulares do Paraná. Criado em 1999 pelo jornal Gazeta do Povo, já teve a participação de milhares de pessoas em dezenas de municípios paranaenses. O projeto defende a utilização do jornal como recurso pedagógico e oferece assessoria aos professores participantes. O Ler e Pensar possui também um espaço semanal na Gazeta do Povo para dar visibilidade às práticas mais inovadoras dos professores participantes, um perfil online e o Bolo (Boletim de Leitura Orientada), informativo com artigos, dicas e informações relevantes da área.